• Jandrey Schmidt

A contabilidade e a LGPD

Atualizado: 29 de Ago de 2019

Recebemos alguns pedidos para falar da relação entre a contabilidade e a Lei Geral de Proteção de Dados, e aqui está.

Para começarmos, temos de ter consciência da atual situação dos contadores no nosso país.

Atualmente, os contadores são tratados como o ponto de referência da maioria das empresas, é muito comum uma empresa depender do seu contador para tudo, desde a sua real função, até o cumprimento de leis.

E qual é o problema disso? Não há nenhum problema nisso, a contabilidade é um serviço de suma importância e foi uma das primeiras profissões a adquirir o patamar de "serviço preventivo", um dos fatores em comum em relação ao Encarregado de Proteção de Dados, ambos são obrigatórios para os processos de uma empresa.


Mas qual a relação? Bom, visto as afirmações anteriores, uma das funções agregadas aos contadores, foi a revisão de contratos. Pois bem, uma das atividades do escopo de compliance da Lei Geral de Proteção de Dados é a revisão de contratos de acordo com as melhores práticas de segurança da informação.


Quais contratos devem ser revisados?

Todos eles. A lei refere-se a qualquer titular de dados, de cliente à colaborador.

Logo, todos devem ter seu direito assegurado perante a nova Lei.

Você é profissional contábil? Seja nosso(a) parceiro(a)!

51 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

DPO não é Coach.

Já faz algum tempo que penso em escrever esse artigo mas vou adiando, adiando... A ideia desse artigo é apresentar à você, com fatos e exemplos o que a Europa viveu com a GDPR (General Data Protection

©2017 by Helpweb Brasil