©2017 by Helpweb Brasil

 
Buscar
  • Jandrey Schmidt

A diferença entre tratamento, processamento e proteção de dados.

Atualizado: 12 de Ago de 2019


Pela falta de conhecimento muitas pessoas acabam confundindo alguns termos que fazem parte do dia a dia das empresas de tecnologia.


E é sobre isso que venho vos alertar, para que na hora de contratar uma empresa para adequar a sua empresa à Lei Geral de Proteção de Dados não cometa erros que podem resultar lá na frente em penalidades e na multa que como vocês sabem, pode chegar a 50 milhões de reais.


Tratamento de dados


O tratamento de dados é toda e qualquer atividade realizada com dados, a coleta, classificação, processamento, transferência, armazenamento, compartilhamento, retificação, entre outros. Exemplo: A qualificação de um cliente.


Processamento de dados


O processamento é uma série de atividades executadas ordenadamente, que resultará em uma espécie de arranjo de informações, onde inicialmente são coletadas informações, ou dados, que passam por uma organização onde no final será o objetivo que o usuário ou sistema pretende utilizar. Exemplo: Na utilização do cartão de crédito.


Proteção de dados


A proteção de dados como o próprio nome já diz, é toda e qualquer atividade ou mecanismo que se adote visando a proteção dos dados, podendo ou não ter acesso a eles, sendo assim a proteção pode ser classificada de duas maneiras: proteção interna e proteção externa, parece simples mas não é. Vejamos:


A proteção interna, é a proteção que PODE ter acesso, reparem bem que eu não disse ser um requisito mas sim uma opção. Pois é possível adotar medidas que asseguram a proteção dos dados, sem que se tenha acesso à eles. Nesse caso, podemos dar exemplo do Firewall que é uma proteção interna mas por se tratar de uma "parede" de proteção aos dados, não possui contato com eles. Mas o profissional responsável pelo Firewall, pode ter acesso aos dados porque geralmente nesses casos, esse profissional é responsável pela infraestrutura de TI como um todo.


A proteção externa, é a proteção que não têm acesso aos dados sob nenhuma hipótese, nesse caso podemos destacar o Encarregado de Proteção de Dados, que apesar da confusão que é feita, esse profissional não deve ter acesso aos dados, pois não é necessário o acesso aos dados para que se possa criar por exemplo, a Política de Segurança da Informação de uma empresa, que é o documento mais complexo em relação a segurança de dados.




119 visualizações